Tem  mais turistas fotografando os estragos na Armação agora, depois que a praia foi para o beleléu, do que em muitos dias da alta temporada. Neste sábado mesmo, o movimento foi intenso, deixou restaurantes das região cheios e aumentou a venda até dos botequins.

Errei feio.

Agora sou contra a preservação ambiental. Que se dane.

Tem coisa que atrai mais turistas do que a desgraça???????

Sou a favor de que se construa em cima de todas as dunas de Florianópolis, que se façam resorts e mais resorts na beira da praia. Que se construa um estaleiro… que se aterre  ainda mais o mar para que os ricaços possam correr. Aliás, que se aterre toda a Baía Norte e se faça ali um grande parque, uma área de estacionamento, prédios de órgãos públicos e o que mais se puder.

Que o Plano Diretor permita prédios de 20 andares na Lagoa da Conceição e no Campeche.

Dane-se tudo.

Vamos gerar emprego agora e gerar emprego depois, quando a natureza se vingar e afundar tudo. Mas antes vamos faturar….

Me perdoem todos os políticos visionários por eu ter sido até aqui um ecochato inimigo do desenvolvimento. Estou ajoelhado pedindo clemência por ter sido um destes infames detratores que pediu para que a natureza fosse preservada, um destes ridículos ambientalistas que avisou que a natureza e o meio ambiente intactos seriam capazes de gerar empregos.

Fui um idiota. E todos esses políticos visionários, grandes gênios.

Vivam as pedreiras, fosfateiras e estaleiros. Viva a falta de esgoto.  Viva sermos o estado que mais desmata a Mata Atlântica. Viva as construções irregulares em cima de morros e dunas. Viva os cartórios que regularizam tudo isso.

Viva Floripa. Viva os amigos da cidade que tanto criticam nós, que alertavámos. Eles têm razão. Nós, somos um bando de idiotas.

A desgraça atrai turistas, vai gerar renda, hospedagens e muitos dividendos a todos.

Nada contra os turistas. Nada contra quem saiu de Curitiba para ir à Armação fotografar o que restou da praia. Eles estão em seu direito e registrando um momento histórico. Que levem para as suas cidades uma grande lição de como NÃO cuidar de seus recursos naturais.

Só para avisar, a partir de agora, estarei trabalhando todos os dias na praia da Armação. Vou vender água, refrigerantes, cervejas e sanduíches para a turistada que vem ver o que restou da praia.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap