Confira a agenda cultural para este mês de fevereiro de 2024 em Floripa.
Está cada vez mais chato navegar por redes sociais. Há um excesso de cards e "marketing" focado nas mesmas fotos dos mesmos bancos de imagens. Mais do mesmo.
Hoje na coluna Ópcevê tem o senador Jorge Seif explicando o caso do caminhão com drogas. Tem receita especial para o masterchef da vice governadora e muita música.
A coluna está familiar hoje: tem maconha em caminhão de família de senador, R$ 29 milhões para empresa de família de ex-senador fazer segurança em escolas de SC e muito mais. Por que família é tudo.
A coluna está familiar hoje: tem maconha em caminhão de família de senador, R$ 29 milhões para empresa de família de ex-senador fazer segurança em escolas de SC e muito mais. Por que família é tudo.
A Coluna do Lauro Jardim, no jornal O Globo, trouxe a informação de que um cozinheiro foi contratado com salário de R$ 21 mil para atuar na residência oficial da vice governadora Marilisa Boehm (PL).
Vi perfis no twitter de pessoas defendendo segurança armada nas escolas. O absurdo tá tão grande que alguns escrevem que se um “cidadão de bem” estive armado, poderia impedir tal crime.
Impossível não noticiar tamanha crueldade. Mas como fica o sensacionalismo? Como fica o papel de nós, jornalistas? Damos nomes aos autores desses crimes?
O MEC enviou esclarecimentos e afirmou que o IEE não manifestou sobre a ação de remanejamento (dos livros). Porém, a referida unidade escolar realizou pedidos da reserva técnica.
Depois de dois meses do início do ano letivo, as crianças da maior escola pública do Brasil continuam sem livros didáticos para estudar.